quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

Atualização Patrimonial Fevereiro/2018: R$ 237.068,76 (+R$ 4.848,47) e Rentabilidade (+ 0,36%)



Mais um mês na conta da corrida pela independência financeira, e diferente do mês passado, os aportes voltaram ao normal, muito embora eu tenha tido despesas relevantes com carro (Revisão de 40.000 km - a mais cara -, troca da bateria e IPVA à vista).

Esse mês sem muitos relatos a fazer. Antes de apresentar a carteira vou tecer apenas alguns comentários sobre uma experiência profissional interessante que tive:

EXPERIÊNCIA COM HOME OFFICE

Esse mês tive minha primeira experiência com home office, passei três semanas trabalhando de casa. Eu tinha receio que não fosse uma boa ideia, inclusive muita gente foge disso à todo curto, mas no geral eu achei muito positivo, tanto no aspecto pessoal, de ter mais liberdade e tempo livre, quanto no aspecto profissional, de melhorar a produtividade.

À princípio eu trabalhei só em casa mesmo, e numa vibe meio horário comercial, mas pretendo fazer experiências mais prolongadas de home office e testar trabalhar em cafés e, se der certo, tentar até trabalhar viajando. Vamos ver se dar certo...vai depender da minha adaptação ao sistema e da maturidade da instituição de aderir a esse tipo de sistema de trabalho de forma mais profunda.

CARTEIRA

Aporte: R$ 4.000,00 (dinheiro novo) + Reinvestimento de Proventos

Compras: 45 GRND3, 39 EGIE3, 13 KNIP11 e 1 FIGS11

Comprei Grendene e Engie pois continuam com bons fundamentos, apresentaram ótimos resultados anuais e estão com uma margem de segurança ainda interessante.

KNIP11 é um fundo de recebíveis da KINEA (leia-se Itaú) e comprei pensando no futuro, contando com uma eventual elevação dos juros e da inflação no médio prazo. Em relação à esse FII, há uma emissão iminente, mas será destinadas apenas a clientes Itaú Personalité (não é o meu caso). O preço da emissão vai ser algo em torno de R$ 105,00 enquanto a cotação atual no mercado é R$ 107,00. Mesmo assim, especula-se que no período da emissão o mercado secundário tende a acompanhar o preço da emissão, portanto a cotação pode cair. Sinceramente, não vejo vantagem em esperar para TALVEZ comprar o fundo com 2% ou 3% de deságio, é um caso muito diferente do MFII11 em que a emissão estava dando um deságio bem mais significativo.

Já o FIGS11 é um fundo de shopping, que ainda está em RMG (renda mínima garantida), mas que tem potencial para entregar bons proventos ao fim da renda garantida, na verdade comprei ele mesmo só pra raspar o tacho da grana que tinha na corretora.

A carteira ficou da seguinte forma:


Uma movimentação de patrimônio que devo fazer em março é transferir cerca de R$ 30 mil da poupança para um CDB de liquidez diária do Banco Inter. O principal objetivo é deixar a grana no ponto para enviar para a renda variável em caso de quedas fortes do mercado. Já estou montando minha "carteira radar" e ficarei observando eventuais oportunidades de compra que o período eleitoral pode trazer na bolsa.

As carteiras de ações e FII fecharam o mês da seguinte forma:


Destaques positivos do mês: ENGIE3 (+ 9,53%), KNRI11 (+ 3,98%) e MDIA3 (+ 3,87%)
Destaques negativos do mês: CIEL3 (- 10,46%), MFII11 (- 2,88%) e GRND3 (- 2,73%) 

A rentabilidade do mês e anual é a seguinte:



Rentabilidade bem tímida esse mês, com destaque apenas para o Bitcoin, que mês passado havia amargado uma queda de 20,3% e esse mês já subiu 21,6%. Esse mercado de criptomoedas é realmente muito louco, precisa ter nervos de aço para alocar grande parte do capital nisso.

Meu capital (excetuando-se o imóvel) ainda está principalmente aplicado em renda fixa, 76%, contra 24% em renda variável. A expectativa é que até o final do ano essa proporção atinja a igualdade, ou seja, 50/50. 

Em relação à renda extra, estou com uma pancada de milhas acumuladas na TAM e GOL, no total acho que dá umas 80 mil milhas.  Estou com a expectativa de arrecadar entre R$ 1.600,00 e R$ 2.000 com a venda dessas milhas.

Também estou trabalhando num negócio online, na verdade estou trabalhando no meu MVP - Mínimo Produto Viável, e devo iniciar os testes de mercado em março, no mais tardar abril. (Se você não sabe o que é o MVP - Mínimo Produto Viável, leia ESSE POST )

Então é isso!

Abraços,

Senhor Ministro

24 comentários:

  1. Boas compras Engie e Grendene são empresas ótmas da bolsa. Engoe se endividou para compras de alguns ativos. abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E ai Beto!

      Com certeza são excelentes empresas. De fato a Engie deu uma alavancada no endividamento, porém o fez para adquirir ativos que já estão gerando caixa.

      Além disso, a administração da companhia é muito profissional e a geração de caixa é muito grande, vai dar conta tranquilo de pagar essa dívida.

      Abraços!

      Excluir
  2. A sua alocacao da carteira está meio estranha. Muito em poupança e pouco em CDB, mas ai lí que pretende movimentar e acho que está certíssimo. abcs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E ai Anon!

      Pois é, com as sucessivas quedas da Selic a poupança está uma lástima, pior do que já era. Não tem mais sentido esse dinheiro ficar ai.

      Abraços!

      Excluir
  3. Comprando boas empresas, boas geradoras de caixa.

    Abraço e bons investimentos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso ai DIL!

      Vamos investir em valor!

      Abraços!

      Excluir
  4. Estou em home office desde 2009. Não tem volta, rs
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom demais hein Uó!

      Eu sofri um pouco quando voltei ao escritório...mas estou tentando aos poucos emplacar home offices mais prolongados. Um dia chego ao seu nível kkk

      Abraços!

      Excluir
  5. Parabéns pelo patrimônio Ministro.

    Fez excelentes compras.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  6. Fala, ministro.

    Também penso o mesmo quanto a ficar esperando deságios insignificantes para aportar. Foco em bons ativos e deixar o tempo fazer seu trabalho.

    Estou na mesma crença quanto às oportunidades que a eleição pode trazer, embora cada vez menos entusiasmado. Se conseguir aproveitar uns 2 lotes das ações que já tenho em carteira estará de bom tamanho.

    Sigo apenas observando de fora esse rally das criptos, espero que consiga um bom retorno.

    Rumo ao milhão! Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala ai Concursado!

      Pois é, essa história de ficar esperando o papel baixar um pouquinho para comprar muitas vezes dá errado.

      Quanto às eleições, também estou cético quanto a termos grandes quedas na bolsa, o Brasil vem se recuperando economicamente e a esquerda vai entrar na disputa extremamente enfraquecida, o que colabora para que a bolsa permaneça em alta.

      Veja só o caso da reforma da previdência, tida por agentes do mercado como essencial para a saúde financeira do país. O governo praticamente enterrou a reforma porém a bolsa quase não sentiu. De qualquer forma, sigamos com as antenas ligadas!

      Em relação às criptos é um negócio bem louco, mas ainda assim pretendo aumentar minha alocação nelas.

      Abraços!

      Excluir
  7. Assino embaixo a compra de GRND3, sou sócio há mais de ano e me parece um papel bastante confiável. Conheço gente que trabalha na empresa, e eles possuem uma ética de trabalho e filosofia de busca de resultados que impressiona. Trata-se de uma empresa com bons fundamentos.

    Abraço do DM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E ai DM!

      De fato é uma excelente companhia e essa filosofia de busca por resultados transparece nos releases, vide o último divulgado em que a cia teve ótimos resultados mas divulgou um release até meio pessimista por não ter atingido algumas metas estipuladas. Parece aquele estudante japonês que tira nota 9,5 e fica em depressão pq deveria ter tirado 10.

      Abraços!

      Excluir
  8. Olá Ministro! Gostaria de saber qual exchange você usa para investir em bitcoins... e se é confiável. Ah! E sobre as outras criptomoedas? Tô de olho na Iota. O que você pensa sobre isso?

    Abração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E ai Anon,

      Estou usando a BitcoinTrade, até o momento me parece uma boa exchange. Iota é boa, eu to de olho na Nano (ex Raiblocks) que teve uma queda forte com as tretas na Bitgrail.

      Abraços

      Excluir
  9. Fala Sr. Ministro!

    A grana reinvestida foi em empresas/fundos ótimos.

    O trabalho rumo a IF está sendo bem feito.

    Em relação ao home office tem pessoas que amam e outras que odeiam. Eu não sou tão fã assim porque acredito que a sinergia com outros membros da equipe pode aumentar e muito os resultados.

    Isto varia de negócio para negócio, óbvio. Não dá pra generalizar.

    Um forte abraço!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E ai TR!

      De fato o home office FULL traz esse prejuízo de enfraquecer o trabalho em equipe, entretanto onde trabalho se está adotando um modelo híbrido, em que determinadas etapas do trabalho são realizadas no escritório, principalmente as que demandam interação entre a equipe, e outras em casa. Esse tipo de coisa ainda vai levar um tempo até amadurecer.

      Abraços!

      Excluir
  10. Eu comecei a fazer home office recentemente também. Mas só uma ou duas vezes por semana. Tem gente que trabalha comigo que eu não vejo já faz mais de um mês. Moram em outras cidades e aderiram pesado ao home office.

    Tem um ponto um pouco obscuro nisso que é a questão da legislação trabalhista, mas eu não vejo nada que possa ser prejudicial ao trabalhador, muito pelo contrário: é mais fácil um trabalhador inventar qualquer história trabalhando em home office e ferrar a empresa do que o contrário.

    Quero até ver se consigo manter fixo uns 2 dias pelo menos na semana pra fazer home office. Pra mim é muito bom...

    E quanto as compras, tá no caminho, só empresa boa!

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E ai Wannabe!

      A experiência que tive foi muito boa, mas não sei se home Office assim quebrado (2 dias por semana) seria produtivo pra mim. Como fiquei 3 semanas, consegui me organizar e planejar para acabar o trabalho nessas 3 semanas. Se fosse um dia em casa e outro no escritório acho que eu ia ficar meio perdido.

      Mas esse lance de poder fazer home office e morar em outras cidades, inclusive em outros países, me atrai, mas ainda é algo distante da minha realidade.

      Quanto à questão da legislação, no serviço público é mais fácil pois esse tipo de coisa é regulado por legislação de cada órgão, o estatuto do servidor (como se fosse a CLT) é antigo e não aborda essa questão, ficando a normatização de home office a ser feita por atos infralegais. Por exemplo, sei de um órgão em que para se aderir ao home office perde-se 25% do salário e só pode ser feito em casa, não pode, por exemplo, viajar ou trabalhar em um café....


      Abraços!

      Excluir
  11. Boa Tarde ministro, conheci essa blogosfera de investimentos esta semana, e comecei a acompanha-lo, bem como alguns outros. Apesar da nossa diferença de aportes, o meu giro eh bem mais baixo :P, achei o seu blog um dos mais detalhados, bastante informação, além da sua prestatividade em responder os comentários. Parabéns pelo blog!

    Agora, tirando os elogios, fica minha dúvida, o rendimento dos FII você considera ali os proventos recebidos ? ou só a valorização do Fundo mesmo?

    Uma coisa que eu percebi aqui na blogosfera, é que a grande maioria investe em FII, e quase ninguém investe em fundos multimercados ou de ações, você acha mais vantajoso o retorno mensal? Em média qual a % de proventos que você recebe nos FII?

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E ai Yuri, seja bem vindo à blogosfera de finanças e obrigado pelos elogios, continue acompanhando o blog.

      Em relação à sua dúvida, sim, no quadro coloco só a valorização do fundo, sem considerar os proventos. Até interessante vc perguntar isso pois em se tratando de FII o principal são os proventos então vou ver se começo a divulga-los no próximo fechamento. Na última vez que fiz o levantamento meu DY (dividend yeld) dos FII estava em 0,9% a.m, ou seja, o valor que eu investi em FII está me dando renda passiva de quase 1% ao mês livre de impostos.

      Fundos multimercado e fundos de ações tem conceito muito diferente de fundos imobiliários, são coisas bem distintas. A sua pergunta é assunto para um artigo inteiro mas eu diria que os fundos de ações podem ser bons ou ruins, mas em geral eles cobram taxas elevadas, sem falar na desvantagem tributária em relação a investir diretamente em ações. Aqueles que estão dispostos a estudar minimamente o mercado acionário conseguem se sair bem investindo diretamente.

      Abraços!

      Excluir
  12. O que seria imovel de renda amigo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um apartamento, de minha propriedade, que está alugado e, consequentemente, me gera renda de aluguel.

      Abraços!

      Excluir