quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Você Precisa PULAR!


Eventualmente estou pesquisando na internet coisas sobre empreendedorismo e vendas, tanto para colocar em prática em projetos pessoais como por achar interessante. Me deparei com um vídeo de um cara chamado Steve Harvey, e achei o discurso excelente, extremamente inspirador. Resolvi então traduzir (com algumas adaptações) o discurso dele e colocar aqui como artigo. Ao final do post colocarei o vídeo original.

Você Precisa Pular 

 

Eu vou compartilhar algo com você. Eu vou te dizer algo que toda pessoa bem-sucedida precisa fazer, incluindo você. Acredite ou não, toda pessoa bem sucedida neste mundo PULOU. Eu vou te explicar o que quero dizer com isso. Você, eventualmente, terá que pular. Você não pode simplesmente existir nesta vida. Você precisa tentar viver. Se você acorda pensando que sua vida deveria ser mais do que ela é, acredite que é verdade. Acredite no fundo do seu coração que é. Mas, para chegar a essa vida, você terá que pular.

Eu lhe digo por que eu chamo isso de pular. Veja, Deus quando criou tudo, deu a cada um de nós um dom. Ele nunca criou uma alma sem dotá-la de um dom. Você simplesmente deve parar de pensar em um dom como algo como correr, pular, cantar, dançar. É mais do que isso. Um dom pode ser se você sabe como fazer um bom networking, se você sabe ligar pontinhos, desenhar, ensinar, alguns de vocês fazem um frango frito melhor do que qualquer um, assar torta, alguns de vocês cortam cabelos, pintam cabelos, algumas pessoas cortam grama.

Eu tenho um amigo que nunca quis sair conosco porque nós costumamos ficar fora até tarde. “Vamos lá cara, vamos sair conosco”, “Não, eu tenho que me levantar cedo amanhã para cortar a grama da Sra. Johnson”. Nós faziamos piada com esse cara, cortando grama, “quanto eles te pagam?”. Hoje ele tem uma empresa de paisagismo em Cleveland no valor de 4 milhões de dólares. Tudo o que ele faz é cortar grama, mas esse é o seu dom. Eu tenho outro amigo que tem um lava-jato e fatura 800k dólares por ano. Limpando carros, ele conseguiu seis caminhões móveis andando por aí.  800k dólares por ano, tudo o que ele faz é limpar carros. Esse é o dom dele, é o que ele ama fazer. Você deve identificar esse dom.

Agora ouça-me. Quando você vê as pessoas na vida. Quando você está de pé no penhasco da vida e você vê as pessoas voando, e você vê pessoas crescendo indo para lugares incríveis. Você ouve sobre as pessoas fazendo coisas maravilhosas. Talvez você olhe para a rua e seu vizinho troque de carro a cada dois anos. Você pensa “como eles estão fazendo isso?”.

Você já parou para pensar que essas pessoas já identificaram seu dom e estão vivendo dele? O seu dom vai te levar a lugares incríveis. O seu dom! Não é a sua educação. Você precisa ter educação, isso é ótimo, mas se você não usar o seu dom, a educação não te levará muito longe. Conheço muitas pessoas que obtiveram diplomas que nem sequer usam.

A única maneira de você voar é pulando. Você deve pegar esse dom que está empacotado nas suas costas e você tem que pular desse penhasco e puxar esse cordão. Esse dom se abre e faz você voar, como um paraquedas.

Se você nunca usa, você vai apenas para o escritório trabalhar. Se você se levanta todos os dias para ir a um trabalho que odeia, você não está vivendo, você está apenas existindo. Em algum momento, você deve experimentar o que é viver de verdade, mas a única maneira de fazer isso é pulando.

Aqui está o problema, eu vou ser sincero com você, quando você pular pela primeira vez, seu paraquedas não vai abrir imediatamente. Eu sinto muito. Gostaria de poder te dizer que sim, mas eu estaria mentindo. Quando você pula não vai abrir imediatamente. Você vai bater em rochas. Você vai se ferir no penhasco. Todas suas roupas vão ser arrancadas. Você vai se cortar algumas vezes vai sangrar bastante, mas eventualmente, eventualmente, o paraquedas tem que abrir. Essa é uma promessa de Deus. Essa não é uma teoria, é uma promessa.

Mas tem outra coisa. Você pode optar pelo caminho mais seguro e viver sem os cortes e as lágrimas. Você pode se manter nesse penhasco da vida. Porém, se você não pular, eu posso te garantir uma coisa: seu paraquedas nunca vai abrir. Você nunca saberá. Você nunca saberá o que Deus realmente tem para você.

Se eu fosse você, eu pularia, porque essa é a única maneira de chegar a essa vida abundante. Você deve pular! Você precisa tentar! Eu sei que após eu terminar de falar, alguns de vocês vão discutir isso no carro e dizer: “eu tenho contas pra pagar”. Bem, eu também tenho. Independente de você pular ou não, você terá contas pra pagar.

Em algum momento da sua vida, faça um favor para si mesmo, veja o que Deus realmente faz. Deus te abraça, ele não vai te deixar cair. Ele não trouxe até aqui para deixar você cair. Faça um favor para si mesmo antes de sair deste mundo. Antes de morrer, PULE. Basta pular uma vez. Apenas pule.





Apesar de o discurso ser mais voltado para o dilema entre permanecer no emprego e abrir um negócio, penso que a ideia é aplicável para diversas situações. Na vida nos deparamos com diversos abismos, desde chegar naquela garota mais gata da festa, largar uma carreira consolidada para abrir um negócio, até pedir exoneração de um cargo publico bem remunerado para viver de renda, e, na maioria das vezes, optamos pela segurança, por não pular, mas como dito no discurso "se você não pular, eu posso te garantir uma coisa: seu paraquedas nunca vai abrir. Você nunca saberá"

Abraços,

Senhor Ministro

25 comentários:

  1. Talvez você olhe para a rua e seu vizinho troque de carro a cada dois anos. Você pensa “como eles estão fazendo isso?”.

    Eu não penso nada. Eu sei como eles estão fazendo isso. Usando crédito de forma irresponsável.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma mensagem do caralho e você vai se apegar a isso? rsrs...acho que a BMW do seu vizinho está realmente te incomodando.

      Sempre que vejo alguém de carrão novo, penso igual: "certamente financiou em 60x", porque a maioria faz isso. Mas e se foi comprado a vista? Vai saber né!

      Abraços!

      Excluir
    2. 16:41, você está enganado.
      E se o seu vizinho for o cara do paisagismo? E se ele tiver uma boa reserva financeira ou os seus investimentos permitirem que ele troque de carro a cada dois anos, mesmo que ele seja assalariado?
      Julgar sem saber é bobagem e, mesmo que eles estejam usando crédito de forma irresponsável, você não deveria se preocupar muito com isso.
      Saia desse discurso.

      Excluir
    3. Rapaz, sou o primeiro anônimo e vejo agora o porquê devemos ter cuidado com o quê escrevemos. Quando escrevemos, o leitor, muitas vezes, não capta exatamente o que você quer dizer.
      Ao contrário do que pareceu em meu comentário, estou cagando para a vida de vizinhos.
      No entanto, no meu caso em particular, sou síndico do prédio em que moro. São 36 unidades. Eu sei quem está em débito com o condomínio. E são exatamente aqueles que têm os melhores carros da garagem.
      É isso.
      Abraço!

      Excluir
    4. Polêmicas a parte, o autor usou o exemplo de trocar de carro no sentido de a pessoa ter dinheiro pra fazer isso, entrentanto todos sabemos que na prática, na maioria das vezes não é bem assim.

      Você como síndico tem uma informação privilegiada para saber quem são aqueles que não tem dinheiro para ter os carros que têm.

      A verdade é que, no Brasil (e talvez nos EUA também), carro é um péssimo parâmetro de riqueza. O autor usou esse exemplo apenas para se tornar mais ilustrativo.

      Abraços

      Excluir
  2. É isso ae Ministro!
    Eu pulei ano passado, ainda está sendo difícil mas esse para quedas já está quase abrindo.

    Ótimo texto!

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Frugal!

      Seu paraquedas vai abrir logo logo, tenho certeza!

      Abraços!

      Excluir
  3. Não tenho mto o que falar, apenas obg.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De nada Anon!

      Agradeça principalmente ao Steve kkk

      Abraços!

      Excluir
  4. Muito boa a mensagem. Acredito que todos passam por situações desse tipo, em que uma escolha pode mudar completamente a sua vida, para melhor ou pior.
    O que deve ser feito é procurar se preparar da melhor maneira possível para a mudança que está por vir, para se machucar menos.
    Mas acho que todos nós devemos sempre buscar sair da zona de conforto,independente da situação que nos encontramos,ou seja, "pular" ou buscar evoluir sempre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza!

      Eu acredito que devemos estar sempre preparados para mudanças, desde as mais simples até as mais radicais, pois na maioria das vezes escolhemos se queremos pular ou não mas as vezes a vida nos empurra do precipício e temos que dar um jeito de abrir o paraquedas.

      Abraços

      Excluir
  5. Vale muito a mensagem Ministro.
    Excelente.
    Obrigado por compartilhar conosco!
    Abc

    ResponderExcluir
  6. Acho importante na vida tomar riscos controlados, caso de certo teremos uma super vida, caso de errado não nos "machucamos muito" e podemos tentar de novo ate dar certo.

    Abraço e sucesso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é verdade, não adianta pular no escuro, é preciso estar ciente dos riscos, porém não evita-los a todo custo. De certo, em algumas oportunidades o risco será bem alto, acompanhado claro de grandes benefícios.

      Abraços!

      Excluir
  7. Fala Ministro,

    Boa mensagem. Se não tentarmos nunca saberemos não é?

    Sobre as vendas, o que tem pesquisado?

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E ai Inglês.

      Verdade, o pior sentimento é o arrependimento de não ter tentado.

      Cara, tenho pesquisado bastante sobre marketing digital,devo começar a botar em prática algumas coisas com um produto que desenvolvi. Depois vou escrever mais sobre isso.

      Abraços

      Excluir
  8. Bonita mensagem, Sr. Ministro!

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  9. Sr. Ministro

    Será uma honra ter você no time do pessoal que PULOU!

    Um forte abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala TR!

      Sempre estou buscando pular, pulos pequenos e médios e já dei um ou dois pulos grandes que mudaram minha vida e me levaram, para o bem ou para o mal, aonde estou hoje.

      Entretanto sei que ainda preciso pular muito mais alto, para alçar voos muito maiores. Talvez ainda não seja a hora, mas com certeza esse dia vai chegar!

      Abraços!

      Excluir
  10. amigo, me adiciona no seu blogroll. voce já está no meu.
    htp://vidarica.me
    abraço!

    ResponderExcluir