quarta-feira, 6 de março de 2019

Atualização Patrimonial Fevereiro/2019: R$ 302.199,07 - Fui Pro Cheque Especial!!



Coé rapaziada!

Bom, não sei se alguém percebeu mas esse mês estive completamente ausente da blogosfera, por uma série de motivos, principalmente porque, conforme eu tinha relatado aqui, eu acabei mudando de departamento no trabalho, fui pra uma área muito diferente do que eu estava acostumado a atuar, e a curva de aprendizado está sendo enorme. O gasto de energia mental está sendo muito grande. Sem falar que também tirei 10 dias de férias, fora o carnaval.

Além disso estou me dedicando a um projeto paralelo meu e dando uma força em um projeto dos meus pais. Portanto toda minha energia criativa está sendo focada nessas três frentes, de forma que o blog acabou ficando de lado. Porém é coisa passageira, não pretendo abandonar o blog.

Ao mesmo passo que o blog ficou de lado, minhas finanças também acabaram ficando muito aquém do esperado nesse mês, aporte pequeno e resgate de investimento por descasamento de fluxo de caixa.

Acabei acumulando muitas despesas em um mês só (passagens aéreas para 3 viagens diferentes, IPVA/Licenciamento/DPVAT, seguro do carro, manutenção do carro, celular novo, dentre outras não recorrentes). A maior parte desses gastos foi em janeiro, mas como muitos foram pagos no cartão de crédito, comprometeram o fluxo de caixa de fevereiro e acabei entrando no cheque especial. Por isso tive que resgatar uns R$ 200,00 do meu Fundo DI lixoso pra cobrir o cheque especial.

Logo depois recebi o aluguel do meu apartamento e acabou dando um alívio na conta, mas de qualquer forma foi uma sensação bem estranha, não lembro a última vez que isso tinha acontecido comigo, se é que já aconteceu.

Pelo menos o patrimônio segue crescendo, que é o que importa!

Vamos então aos números!

Aporte: R$  1.750,50 (subscrição de 15 cotas do GGRC11)
Resgate: R$ 205,21 (Fundo DI)

Carteira:





Rentabilidade esse mês ficou negativa, puxada pelas ações, conforme quadros abaixo:






Em relação a esse cálculo de rentabilidade, que é feito pela planilha do AdP, fico na dúvida se não seria melhor adicionar no cômputo da rentabilidade os proventos recebidos. Se alguém tiver alguma opinião sobre isso, agradeço!

Maiores Altas: MFII11 (+ 8,88%), B3SA3 (+ 4,19%), SAPR11 (+ 4,19%)
Maiores Baixas: FLRY3 (-10,23%), CIEL3 (-8,96%), ITSA4 (-8,37%)

Por hoje é só!

Pretendo trazer esse mês a análise de algumas empresas com base nos balanços anuais que estão sendo divulgados!

Abraços,

Senhor Ministro

12 comentários:

  1. Esse mes nao foi dos melhores pra vc pelo visto... Sobre a planilha AdP, tambem me questionei sobre contabilizar os dividendos mas no fim decidi deixar separado. Adaptei a planilha e registro nela quanto recebe de dividendos mes a mes. Achei interessante acompanhar pois é parte muito importante no meu pós-IF. Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Vagabundo!

      Foi um mês muito puxado de trabalho e de gastos. Mas vendo pelo lado bom, consegui ser muito produtivo em diversas frentes e já paguei algumas das piores contas do ano.

      Quanto a planilha, tem outra planilha do Adp, de registro de ativos, que tem lá a parte de colocar os proventos, que eu uso e, de fato, é bem interessante. Vou talvez fazer alguma adaptação, como você fez, pra ter algumas informações mais a mão, como o DY on cost.

      Abraço!

      Excluir
  2. O dinheiro recebido dos proventos (dividendos etc) eu controlo separado.
    Só jogo na planilha SE eu usar o dinheiro para comprar novas ações ou cotas de fundos, aí eles entram como aportes.

    Específico à rentabilidade em si, nem liga se cair ou subir, continue focado em aumentar a renda passiva, o resto é consequência de boas escolhas.

    De curiosidade, o imóvel gera quantos % de renda frente ao valor? Tem muita dor de cabeça com inquilino?

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho feito o controle dos proventos assim também IP, acho que no fim das contas é a melhor forma.

      Pois é, tenho ficado cada vez mais com preguiça de alimentar essa rentabilidade, já internalizei que isso é algo que vai ter influência muito pequena nas minhas decisões de investimento.

      Sobre o imóvel, o cap rate atual é de míseros 4,3% a.a. Já foi de 5,5% mas com a troca de inquilino e desaquecimento do mercado imobiliário tive que engolir uma redução de aluguel.

      Quanto a dor de cabeça com inquilino, nunca tive. Já houve atrasos de pagamento de condomínio, mas a imobiliária resolve tudo.

      Abraço!

      Excluir
    2. Não faz o melhor sentido não considerar os dividendos como rentabilidade.

      É dinheiro no bolso, é claro que precisa ser considerado rendimento.

      Excluir
  3. Fala Ministro.
    Nem me fale nestas contas todas, meu fluxo de caixa também ficou todo sacaneado por causa das contas de início de ano. Tive dificuldades também. Preciso me preparar melhor para essa época, no próximo ano.
    No mais, parabéns pela evolução patrimonial.
    Vamos em frente!
    Stark.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Stark!

      Começo de ano é foda! Também vou considerar um planejamento diferenciado para encarar esse período peculiar!

      O pior é que eu ainda "inventei" uns não recorrentes pra terminar de estragar tudo. Pelo menos no fim das contas o aporte sobreviveu e a necessidade de resgate não foi muito alta.

      Abraço!

      Excluir
  4. Idem, Fev foi bem punk. $4,500 de Imposto de Renda pro tio San, mais $650 emergencia dental, finalmente acabou!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala AA40!

      Que imposto salgado hein! PQP

      Mas o bom é que passa e agora resto do ano é só alegria (ou não rsrs)

      Abraço!

      Excluir
    2. hahah salgado msm..venceu uma p duma LCI que tinha no Brasil mas tio san não quer saber se no Brasil é isenta, aqui nada é e tax é sob renda global.
      Tomara que o resto do ano seja bom mas to com uma sensação que o IBOV e DJI/S&P vao dar uma bela surpresa negativa.

      Excluir
    3. Que merda hein, e ainda dizem que os EUA são um país liberal.

      Quanto ao IBOV tá um incógnita total. A euforia já passou e o mercado agora tá meio de lado aguardando as definições políticas da reforma da previdência.

      Eu acho muito difícil essa reforma não passar, mas sei lá, o governo tá fazendo tanta barbeiragem que fico até preocupado. E se essa porra não passar, é Ibov no chão!

      Quanto ao DJI e S&P, já tem um tempo que os cavaleiros do apocalipse anunciam que os EUA vão entrar em crise. Aguardemos cenas dos próximos capítulos...

      Na pior das hipóteses, teremos promoções de ações!

      Excluir
  5. Cara ! também detesto ficar no cheque especial, poucas vezes na vida fiquei, ano passado fiquei em um mês por dois dias devido ao atraso do salário do governo estadual.

    ResponderExcluir