quinta-feira, 5 de julho de 2018

Atualização Patrimonial Junho/2018: R$ 245.256,13 (+R$ 5.732,66) e Rentabilidade (-1,14%)


E ai moçada!

Vamos então a mais um fechamento de mês. Esse mês acabei ficando um pouco ausente da finansfera, mês de copa do mundo, acabei dando uma desligada do modo "finanças". Isso me trouxe uma reflexão importantíssima: para sustentar uma disciplina de aportes e investimentos no longo prazo, é preciso simplificar o processo. Querer estar sempre nas "melhores oportunidades" ou "bater o mercado" mesmo que não leve a prejuízos, pode levar a perda da vontade ou motivação para manter uma regularidade de investimento.

O mercado continua aquela coisa né, baixa após baixa, tudo vermelho. Esse mês já é meu 4º mês seguido fechando com rentabilidade negativa, mas paciência né, o foco é o longo prazo.

Já tenho sérias dúvidas se conseguirei atingir a meta de patrimônio que estabeleci para 2018: R$ 300.000,00. 

O aporte do mês foi de: R$ 6.578,00

A carteira ficou da seguinte forma:


A rentabilidade do ano é a seguinte:


E a rentabilidade, pro investimento, no mês, ficou assim:

Esse mês o fechamento vai ser simplificado mesmo, basicamente o aporte foi todo em renda variável nos seguintes papéis:

Ações: TAEE11, SAPR11 e ITUB3
FII: VRTA11 e SPTW11.

Abraços,

Senhor Ministro

contato: mininvestimento@gmail.com

6 comentários:

  1. Pois é, Ministro! A coisa está feia, mas ainda acredito que o movimento de queda seja conjuntural, com a chegada das eleições. Tenho fé de que o próximo governante se veja forçado a adotar medidas de reforma macroeconômica para corrigir as contas nacionais.

    Abraço do DM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E ai Mascada!

      Também tenho a mesma fé, que o próximo governo pense um pouco no longo prazo ao invés de populismo barato. Infelizmente, em se tratando de Brasil, isso é pedir muito....veremos....

      Abraços!

      Excluir
  2. Mais um belo aporte, Ministro! Não dá pra saber se vai atingir os 300k com essa onda de baixa, mas com certeza vai aumentar posição em bons ativos.

    Concordo contigo quanto à necessidade de simplificar para manter a regularidade durante décadas de investimentos. Tanto é verdade que eu nem calculo rentabilidade.

    Abraço e bons investimentos, camarada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E ai Concursado!

      Pois é a meta vai ficar bem difícil, tanto pelas constantes quedas do mercado como pela projeção de aportes inferior ao que eu havia planejado.

      Mas, como você frisou, o importante é estar sempre aportando bem bons papéis e manter a simplicidade da coisa.

      Essa questão de calcular rentabilidade é bem polêmica, realmente nesses momentos de constantes baixas a gente percebe que medir a rentabilidade acaba dando um efeito psicológico negativo, depende de cada um a capacidade de se manter equilibrado diante desse tipo de cenário.

      Abraços!

      Excluir
  3. Boas compras ministro. Em tempo de grande volatilidade o bom é focar em renda passiva e compra de boas empresas.
    Um abraço, investidor doméstico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Doméstico!

      Pois é, nesses tempos devemos confiar nos nossos estudos e conhecimentos e seguir aportando em bons papéis, uma hora a maré vai virar!

      Abraços!

      Excluir