terça-feira, 4 de julho de 2017

Atualização Patrimonial Junho/2017: R$ 197.851,18 (+2,01%)



Então chegou o momento de mais um fechamento mensal!

Esse mês de junho estive um pouco ausente do blog e da blogosfera por basicamente dois motivos: em metade do mês eu trabalhei incessantemente para fechar um determinado projeto dentro do prazo e na outra metade do mês estive de férias!

Férias tem de dois tipos: a que você descansa e a que você se cansa mais ainda. Geralmente quando se viaja a turismo a tendência é curtir mas também se cansar bastante: na correria de planejar itinerários, controlar os custos, bater perna, conhecer o maior número de lugares possíveis, etc, acabamos por ficar esgotados. Entretanto, essas minhas férias, apesar de não terem sido em casa, podem ser consideradas do tipo “descanso” pois fui para um lugar que também posso chamar de casa.

O bom desse tipo de férias é que ao se desligar da rotina de trabalho, abrimos a cabeça para novais ideias e insights. Tive muitas ideias de assuntos para escrever aqui no blog, mas optei apenas por registrar os tópicos no Evernote e deixar para desenvolver os respectivos posts depois. Então provavelmente esse mês teremos alguns assuntos interessantes para discutir aqui.

16 dias de sombra e água fresca
Esse período de férias também me reacendeu uma chama que já tive acesa em outra época mas que acabei não colocando pra frente: ganhar dinheiro na internet. Já tenho uma ideia formada sobre que modelo de negócios vou adotar e espero muito brevemente colocá-lo em prática e ver os resultados acontecerem. Devo fazer um post dando mais detalhes sobre isso. Mas estou aspirando a ganhar dinheiro de verdade, e não trocados com Adsense.

Em relação às finanças, esse mês recebi um super salário, pois acumulou-se o salário normal do mês com adicional de férias e metade do 13º (sem o desconto de IR, que virá só no fim do ano). Que coisa linda é olhar para meu contracheque e ver essas cifras...fico até imaginando como seria ganhar isso todo mês...eu chegaria ao primeiro milhão em uns quatro anos talvez...

Delírios à parte, quando se fala em super salário, também falamos de super aporte! Entretanto não foi o caso. Meu aporte foi até menor do que o planejado para um mês comum. Minha meta é um aporte mensal de R$ 4.000,00 entretanto aportei apenas R$ 3.400,00 em junho. Você deve agora estar se perguntando para onde foi todo o super salário? Sim, é isso mesmo, eu gastei, torrei a grana toda!.

Meu "plus" salarial rapidamente virando cinzas
Mas calma, não gastei com camarotes VIPs, whisky, charutos e mulheres. Gastei eliminando uma dívida! Como adiantei no fechamento do mês passado, aproveitei o salário inflado desse mês para quitar a dívida do meu carro.  Essa operação me economizou quase R$ 3 mil de juros e com a eliminação da prestação poderei fazer aportes maiores nos próximos meses.

Dessa forma posso afirmar que sou quase um "não pagador de juros", pois ainda pago os juros de um imóvel financiado, mas nesse caso pelo menos é um ativo que me gera renda. De qualquer forma, também pretendo quitar essa dívida o quanto antes. Vai demorar um pouco mais que o carro, mas chego lá!


Então vamos aos números do mês! Antes só uma observação: como estava de férias, acabei não tirando tempo para decidir onde alocar o aporte desse mês (pretendia colocar na bolsa), então optei por colocar na poupança e ao longo desse mês penso em um destino melhor.














A barreira dos R$ 200k está muito perto de ser superada, algo que, salvo algum desastre, ocorrerá nesse mês de julho. Apesar disso, ainda não estou confortável com o meu desempenho como investidor. Tudo bem que comecei agora, mas meu desempenho está desprezível. Falo isso baseado na planilha de rendimentos do AdP.

Como relatei no fechamento passado, esse mês eu iria começar a utilizar essa planilha para levantar a rentabilidade dos meus investimentos, e os resultados são os seguintes:










Observa-se que a minha rentabilidade de quando eu era apenas mais um brasileiro na poupança (até abril), foi maior do que quando eu comecei a sair da Matrix financeira, o que, em tese, é um contrassenso. Essa rentabilidade pífia ou até negativa de maio e junho tem nome e sobrenome: Tesouro IPCA. Em relação à isso cabem duas observações:

1) Esse é um prejuízo virtual. Não pretendo vender o título antes do vencimento, apenas se o valor de mercado for superior à rentabilidade acumulada, dessa forma não é um prejuízo que pretendo colocar no meu bolso.

2) Assumo que cometi um erro. Investi uma grande soma (grande em relação à minha atual realidade) de recursos de uma vez só no Tesouro IPCA e acabei pegando um dia em que o título estava pagando uma remuneração baixa. O mais prudente seria ter investido em períodos variados, mitigando esse risco.

No mais é isso, a perspectiva para esse mês é de menos correria no trabalho, aportes maiores e (finalmente) entrar na bolsa. Confesso que a experiência com o TD me deu um medinho de entrar na bolsa, mas nada que seja suficiente para me impedir!

Abraços!

Ministro


27 comentários:

  1. Parabéns MI pelo patrimônio.
    Bons investimentos.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. No começo isso pode acontecer.
    Comigo aconteceu o contrário, eu comecei a investir em uma época em que as taxas estavam muito boa. Mas por falta de parâmetro e discernimento, investi pouco.. o que foi uma pena.

    Conhecimento serve para isso também, não tem problema ter uns meses com baixa rentabilidade, sendo que temos uma longa jornada pela frente.

    Vai iniciar em Ações ou FII ou outra coisa?

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E ai Japa!

      Realmente estamos todos sujeitos a esse tipo de coisa, principalmente quando ainda estamos verdes no mercado, mas, no fim das contas, isso tudo vira conhecimento valioso! E como você disse, ainda temos uma longa jornada pela frente!

      Cara, vou iniciar com ações. Avaliar empresas é um campo um pouco mais seguro pra mim. Em relação aos FII ainda preciso tirar um tempo para estudar todas as variáveis que impactam esse tipo de investimento, ainda não me sinto seguro.

      Abraços!

      Excluir
  3. Olá Ministro! Tava demorando pra sair mais um post, hein? :)

    Quanto ao TD estou bem protegido. O rendimento não é aquilo tudo, mas como diversifiquei entre pré, IPCA e SELIC, sempre percebo crescimento nos fechamentos.

    O próximo passo é adicionar mais alguma classe de ativo que me proporcione rendimento maiores.

    Parabéns pelo aporte. Um dia quero chegar nessa capacidade de aportes também!

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é...a correria no trabalho e minhas férias me afastaram um pouco do blog, mas esse mês vai ser sussa!

      Pois é, tomei um ferrinho no TD mas faz parte do jogo, daqui a pouco essa bagaça vira! Pelo menos foi uma boa lição!

      Em relação à capacidade de aporte é tudo questão de se manter em estado de insatisfação, não no sentido de ser um chato reclamão, mas de estar sempre pensando: "como eu posso ganhar mais?".

      Abraços!

      Excluir
  4. Ministro acho que você da finansfera é o único que inclui imobilizado na carteira, ou estou errado ?

    Lembre-se o que o Pai Rico, Pai Pobre dizia sobre imobilizado, se não está gerando receita através de aluguel ele é um passivo e não um ativo.

    Um ativo coloca dinheiro no seu bolso.
    Um passivo gera despesas pra você pagar.

    Mas, ele poderia ser um ativo se fosse vendido com valorização.

    Qual a sua visão à respeito ?
    E por que decidiu incluir o imóvel como ativo na carteira ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E ai Thiagão, blza?

      Esse imóvel que coloco na carteira não é meu imóvel de moradia.

      Esse imóvel está alugado me gerando renda, por isso coloquei a descrição "Imóvel de Renda".

      Nas próximas postagens vou tentar deixar isso mais claro!

      Abraços!

      Excluir
  5. Ministro, vai com calma e entra aos poucos na bolsa.

    Eu mesmo estou aportando um mês em RF e outro em RV. Mas como a RF está uma merda, estou com vontade de focar mais em RV mesmo.

    No longo prazo esses números superam fácil a poupança, relaxa. Estamos falando aqui de 10 ou 15 anos, esses meses ai não são parâmetros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bem observado Lawyer!

      Vou entrar aos poucos mesmo, o TD já me deu uma boa lição! Sua estratégia de alternância é bem interessante!

      Também acredito que no longo prazo as ações de empresas sólidas tendem a superar com folga a poupança!

      Abraços!

      Excluir
  6. Esta nos meus planos mudar pra europa tb, tenho passaporte italiano, ajuda bastante.

    Falando em ajudar criei um tutorial de como atualizar automaticamente o preço das acoes tanto dos EUA quanto do Brasil, confere ai:

    https://ricoxusa.blogspot.com.br/2017/07/cotacao-automatica-de-acoes-no-excel.html

    boa sorte!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Porra Ricox, eu nunca falei que pretendo mudar pra Europa, mas quem sabe um dia né rsrs

      Vou dar uma passada no seu blog!

      Abraços!

      Excluir
  7. Excelentes números Ministro!
    Parabéns cara!
    Acabei não comentando antes, mas seus textos são excelentes! Parabéns também por isso!

    Dá uma passada lá no blog!
    https://funcionariopublicoinvestidor.blogspot.com.br/

    Abc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa FPI, obrigado pelo elogio!

      Estou acompanhando seu blog! Vou add aqui no Blogroll!

      Abraços!

      Excluir
  8. Interessante sua evolução Patrimonial

    Em vez de colocar na poupança, pode deixa no tesouro Selic, ou fundo DI com rentabilidade perto de 100% do CDI, assim enquanto vc decide o que fazer ao dinheiro ele vai rendendo mais, e ainda tem liquidez diaria.

    Abraço e bons investimentos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E ai DIL!

      Realmente colocar na poupança não é a melhor opção, acho que ainda é resquício da Matrix em mim kkk. Inclusive eu tenho um Fundo DI vinculado à minha conta, devia ter colocado lá. Mas enfim, provavelmente o destino final dos R$ 3.400,00 será a bolsa de valores (ações).

      Abraços!

      Excluir
    2. Espero que tempestiva minha sugestão: veja seu horizonte pra esse dinheiro. Se for utilizar em até 1 ano, sem dúvidas convém deixar na poupança, pois cdb tributa o rendimento (poupança não).

      Não se esqueça que o CDI vem caindo. Assim, facilmente pode-se ter inclusive rentabilidade menor que a poupança. Claro que pode usar o TD pra fazer "trade" e ser conveniente no futuro, mas pode também ser desvantajoso vender antes (ou seja, há riscos).

      Pense com calma. Na dúvida. Mantenha uns meses na poupança, no final da corrida, não fará significativa diferença.

      Abc

      Excluir
    3. Bem colocado FPI!

      Na verdade não é um dinheiro que pretendo usar no curto/médio prazo, então realmente não vale a pena colocar na poupança. Vou ver o que faço...

      Abraços!

      Excluir
  9. Nossa um dinheirão desses na poupança, doido demais, kkkk.
    Bons investimentos,
    ANDERSON

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E ai Anderson!

      Realmente não me orgulho disso kkkk

      Mas resolverei essa questão a tempo!

      Abraços!

      Excluir
  10. Sr Ministro, pq vc não faz uma abordagem igual ao do viver de construção ?

    Eu também por ter saído da poupança recentemente, estava com um cagaço em investir em ações por ter investido no tesouro direto justo antes da delação da JBS e aparecer lá no site que tenho MENOS do que INVESTI.

    A abordagem dele é investir pouco dinheiro para "sentir o fundo", antes de entrar para valer.

    Investi um mínimo de cotas em algumas ações esse mês e estou "sentindo a emoção da bolsa". Me senti muito mais seguro investindo pouco do que muito nesse momento de colocar o pé só para molhar.

    Diferentemente do Tesouro direto, que eu não perco se levar até o vencimento, ação eu posso perder se fizer um movimento errado... por isso a cautela toda.

    Mas tem também a questão do BUY & HOLD, se eu deixar aquela birosca lá por 10+ anos ela vai valer muito mais igual o tesouro direto, não irei perder.

    Estou analisando os gráficos dos últimos 10 anos das ações que comprei e elas oscilaram bastante, mas valorizaram muito em 10 anos.

    Mas mesmo com essa racionalização toda o medo falou mais alto e a única forma que encontrei de entrar no mercado de ações foi dessa forma, investindo pouco e sentindo o mercado.

    Assim que estiver confiante no surf, invisto o resto!

    Boa sorte para nós iniciantes ministro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E ai Anon!

      Muito boa colocação. Na verdade eu já fiz exatamente isso que você recomendou. Os R$ 3.400 de aporte de junho já foi todo destinado para a compra de ações. Dessa forma começo aos poucos e já vou sentindo a dinâmica do mercado. Devo fazer uma postagem sobre isso nos próximos dias, ou então darei mais detalhes no fechamento de julho.

      Inicialmente comprei ações de duas empresa que eu já estava estudando. E como você disse, quando eu estiver mais confiante, coloco mais alguns Temers na bolsa, inclusive em FII!

      Abraços!

      Excluir
    2. poxa Sr Ministro, estamos exatamente na mesma situação! Meu próximo passo é fazer a mesma coisa com FII e "senti-los" também antes de investir pra valer.

      Excluir
    3. Sr Ministro, quais os FII que você pensa em investir ?

      Excluir
    4. E ai Anon,

      Ainda não tenho opinião formada sobre os FII. Pra falar a verdade ainda não parei para estudá-los com mais profundidade. Devo fazê-lo em breve.

      Abraços!

      Excluir
  11. Ministro,
    parabéns pelo desempenho!
    é mt prazeroso romper a barreira numérica... certamente irá acontecer este mês.

    vou te add na minha lista de blogs, e agradeço bastante se me add na sua tb!
    abraço,
    PD7

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E ai PD7!

      Pode deixar que vou te add também!

      Abraços!

      Excluir